quarta-feira

PRAGA NA REPÚBLICA TCHECA - Uma cidade belíssima.

Praga: cidade linda, que sem sombra de dúvidas, foi a surpresa da nossa viagem à Europa!! Para os tchecos, Praha!
Assim que chegamos na cidade e localizamos nosso hotel, deixamos as bagagens e saímos logo para fazer um tour a pé pela cidade, que sem dúvidas é linda demais.
Começamos pelo Castelo de Praga, que é o mais antigo da cidade, datado de 882. Depois entramos na Igreja de São Vito e em uma das duas Igrejas de São Nicolau que há na cidade; passeamos pelo Bairro do Castelo e por toda a cidade velha. Tudo bem pertinho!!!! 
Entrada do Castelo de Praga.

Igreja de São Nicolau.
A cidade de Praga fica no centro da Bohemia e é absolutamente espetacular. Cortada pelo Rio Moldava, tem um charme e beleza incríveis. Continuamos andando e passamos pela Ponte “Rei Carlos IV”, construída no século XIV. No detalhe, noivos passeando depois do casamento. Diferente, não acham? A vista panorâmica do Castelo de Praga é linda e dá pra ver quase toda a cidade, que é conhecida como a cidade das 100 torres. Descemos para a parte baixa da cidade, onde entramos e saímos de diversas ruelas; vimos a escola onde Franz Kafka (escritor dos livros mundialmente conhecidos: Metamorfose, o Processo, O artista da fome, etc.) estudou. O que mais nos chamou a atenção, quando sem querer a encontramos, foi a Torre do Relógio com seu relógio astronômico.
Caminho que leva à parte baixa da cidade. Rio Moldava. Início da Ponte Rei Carlos IV. Rio Moldava e a cidade belíssima. Ponte "Rei Carlos IV". Muitas torres pela cidade.
Praça da Torre do Relógio.
Achamos sem querer a praça da Torre do Relógio. O mais legal de Praga é que com apenas um mapa na mão, dá para se conhecer praticamente toda a cidade. A gente anda, anda e não cansa, pois a cada rua aparece uma surpresa arquitetônica. Pelas fotos que postamos, dá para vocês terem uma pequena ideia do que é esta cidade. Estilo gótico, com riqueza de detalhes - lateral da Torre do Relógio. A torre do Relógio é imensa e o relógio em si já é uma atração à parte. Foi criado em 1410 e mostra as horas, os dias, os meses, as estações do ano, os signos do zodíaco, época das colheitas, etc. Detalhes do relógio astronômico.No relógio ainda tem São Pedro com as chaves do céu, uma caveira tocando um sino (pra te lembrar que há inferno), apóstolos e um monte de coisa interessante. De hora em hora, uma pessoa vestida com trajes típicos da época medieval toca uma música em uma espécie de corneta, e o relógio dá um show. VEJAM O VÍDEO ABAIXO!!!!!
video

Ficamos lá na torre do relógio esperando dar a hora para vê-lo em funcionamento. Muito legal!!!!! Fica lotado de gente esperando para ver também. É realmente, uma atração à parte, bastante curiosa até. rsrsrs
Detalhes curiosos da arquitetura. Isso é um teatro. Ruas do bairro Velho.
Da praça da torre do relógio, saímos pelas ruelas do bairro velho descobrindo várias curiosidades em cada rua, até que encontramos um restaurante que tinha o cardápio em português, e como a fome estava matando, resolvemos ficar por lá mesmo. Procurando um lugar para jantar.
Pedimos joelhos de porco (Eisbein) com arroz e salada. Tomamos duas cervejas tchecas também. Depois do jantar, voltamos a pé para o hotel, onde tomamos mais duas cervejas tchecas com um nome impronunciável batendo papo com um pessoal da Espanha. Esse dia foi ótimo!!!!
Joelho de porco (Eisbein) com arroz, pão (na cestinha) e salada.
Última foto do dia, tirada antes de voltar ao hotel. Anoitecer muito lindo!!! Observem a lua!
Igreja de Nossa Senhora da Vitória, onde fica a imagem do Menino Jesus de Praga.
No dia seguinte, saímos um pouco mais tarde, às 10:30 para continuar o passeio a pé por Praga. Passamos pela antiga muralha que dividia a cidade, do ano de 1257 e entramos na Igreja Nossa Senhora da Vitória, que foi fundada em 1614 e onde está a imagem do Menino Jesus de Praga desde o ano de 1628. Igreja onde está a imagem do Menino Jesus de Praga.Nesta igreja, que é bastante modesta na nossa opinião, encontramos, além do menino Jesus, a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que foi dada de presente ao povo Tcheco pelo ex presidente Lula em uma visita oficial. O que ficamos sabendo é que na verdade, 70% dos Tchecos são ateus, os demais são protestantes ou possuem outras religiões.
Imagem pequenina, mas muito significativa.Depois de conhecer a igreja onde está o Menino Jesus de Praga, visitamos o Senado da República Tcheca, a Assembléia e o jardim do senado. Conhecemos por dentro também, a outra Igreja de São Nicolau, datada de 1213, com seus detalhes dourados e um campanário que tocava o sino toda vez que necessitasse: em caso de incêndios, pestes, festas, etc na Idade Média. Esse São Nicolau é conhecido nos países de língua inglesa por Santa Claus (Papai Noel). Igreja de São Nicolau (para os que falam inglês, é a igreja do Santa Claus). Detalhes da igreja Campanário alto e versátil, servia para avisar coisas ao povo. Jardim do Senado Tcheco. Jardim bem cuidado e com muitas estátuas. Conversando com as pessoas que encontramos pelos locais que visitávamos, ficamos sabendo que o país se dividiu da Tchecoslováquia em 1993 e passou a ser república desde então, deixando de ser um país comunista. O salário médio em Praga gira em torno de 1000 euros e no interior do país a média é de 800 euros. O salário mínimo é 400 euros, mas quase ninguém recebe esse valor.
Passeio de barco pelo Rio Moldava.Conhecemos o Bairro Judeu, muito famoso em Praga. Na verdade, antigamente o bairro era um gueto, onde os judeus viviam praticamente isolados do resto da cidade. Na época da Segunda Grande Guerra, mais de 80 mil dos 120 mil judeus que viviam lá foram exterminados nos campos de concentração. Ruas do Bairro Judeu de Praga.Atualmente, vivem em média 4 mil judeus em 11 comunidades espalhadas pela República Tcheca. No bairro Judeu, só vivem mil judeus atualmente. Vimos a sinagoga deles, fundada em 1280, época em que o bairro judeu não passava de um gueto. Detalhes das construções no Bairro Judeu.
Vimos também a casa onde o escritor Kafka nasceu, descobrimos que era judeu também e perdeu quase toda a sua família nos campos de concentração durante a II Grande Guerra. O seu livro mais famoso foi Metamorfose de 1912. Morreu de tuberculose. Eu li Metamorfose e O Artista da fome e discordem ou não, achei-os de muito mal gosto. Pato assado com chucrute e fatias de pão.
Depois desse passeio, almoçamos em um dos milhares de restaurantes situados nas ruazinhas da cidade velha. Pedimos pato com chucrute e cerveja tcheca para acompanhar. O restaurante era bem interessante, mais parecia uma taberna Medieval e as garçonetes estavam vestidas à caráter. Só faltou a gente comer com as mãos como se faz nos filmes!!! kkkkk Na verdade, nossa dica é se perder mesmo nas ruazinhas da cidade, pois a cada rua, uma surpresa. Compramos lembrancinhas e resolvemos subir a torre do Relógio Astronômico. Ao subir a torre, chegamos bem na hora do ritual que acontece a cada hora. Vimos de cima a multidão perambulando lá embaixo, parecia um formigueiro humano. A cidade estava linda, lotada de gente. A multidão esperando para ver o ritual do relógio astronômico.
Ficamos lá em cima fotografando toda a cidade de cima por mais de uma hora!! A cada ângulo, uma vista de tirar o fôlego!!!! Pelas fotos, vocês podem ter uma ideia. Acho que tiramos umas duzentas fotos deste final de tarde radiante. A cidade estava linda!!! Só descemos depois do ritual das 19:00h. Passeamos mais um pouco e resolvemos sentar em um bar bem na frente do relógio.
Ficamos mais uma hora no restaurante em frente ao relógio, que salvo engano se chamava El Toro Negro e vimos o ritual das badaladas de novo, bebendo aquela cerveja geladinha. Depois, procuramos outro local para jantar e achamos um restaurante que tinha músicos tocando violoncelo, violão e violino ao vivo. Curiosos, entramos para ver e adoramos. Jantamos lá mesmo, mas dessa vez pedimos massas e um vinho para acompanhar. Voltamos para o hotel de pileque, mas valeu a pena!!!!!


Praga é conhecida como a cidade das 100 torres.
Acenando para meus súditos!!! kkkkkk Comercial da cerveja Tcheca que eu pedi. Entenderam alguma coisa??? Nem eu!!! Dá para supor que foi fundada em 1581!!!! kkkkkk

7 comentários:

  1. Oi.
    Relato muito interessante!! Dá pra ver de longe que a cultura deles é muiiiito diferente da nossa. A comida é esquisita, a língua é pior ainda. Mas a cidade me paraceu realmente linda!!!!
    Você colocou o vídeo da relógio astronômico; ficou bem legal, porque assim, deu pra gente entender o que você estava falando.
    O relato tem de tudo um pouco, você falou sobre os judeus, sobre o menino Jesus de Praga, do salário deles, enfim, muito informativo.
    Continuem assim, vocês nos motivam muito.
    Vou fazer minha primeira viagem internacional. Vou com amigos para Buenos Aires e suas dicas são muito importantes.

    Um grande abraço de seu amigo Nestor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Nestor, como sempre um gentleman!!!!
    Assim que chegar de sua viagem compartilhe conosco suas experiências.
    BOA VIAGEM.

    ResponderExcluir
  3. Relato fantástico!!!!!!! Excelentes informações sobre um país do Leste Europeu que para os brasileiros é quase desconhecido!! Tão longe de nossa realidade... :)

    ResponderExcluir
  4. Oi viajando.

    Ficamos felizes que tenha gostado!!!!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Excelente postagem. Tudo muito bem explicado! Vocês estão de parabéns pela iniciativa de compartilhar suas experiências.

    ResponderExcluir
  6. Muito interessantes, tuas imagens, no entanto algumas informações estão erreas e não condizem com a realidade religiosa do povo da República Theca. Muitos dos cidadãos thecos, de fato, aderiram á onda secularista e se distanciaram da santa religião, pilar forte e presente neste país desde primórdios e tempos imemoráveis. Quando você fala que 70% da população é atéia, foge com a verdade. De fato, pouco mais de metade deste povo foge aos preceitos da Santa Fé de Cristo, mas ainda assim a Santa Igreja Romana, Continua sendo maioria entre os praticam alguma religião, e apenas 3% da população professam religiões ou crenças discidentes, entre estas o protestantismo. Considerando o afastamento da juventude theca dos preceitos cristãos, o Vaticano e todos os Bispados e primásias da República Theca e nações Católicas dentre elas o Brasil estão contribuindo em trabalhos para evangelização dos que por ventura se perderam por algum motivo, ou foram levado a se distanciarem da santa vocação para com á única Igreja de Cristo e pilar único da fé cristã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helton, agradecemos suas informações. Elas enriquecem ainda mais o nosso blog.
      Um grande abraço e seja sempre bem vindo!!!

      Excluir

ESTE ESPAÇO É SEU. SINTA-SE À VONTADE!!! COMENTE, PERGUNTE, CRITIQUE, PARTICIPE!!!