sexta-feira

ITÁLIA MARAVILHOSA COM VENEZA E FLORENÇA

Viagem maravilhosa feita no inverno pela Itália, onde conhecemos as cidades de Veneza, Ravenna, Assis, Roma, Vaticano, Florença, Pisa e Santa Margherita Ligur.
Máscaras do carnaval de Veneza - Origem do carnaval que conhecemos hoje.
Chegamos em Veneza às 19:30, fizemos o check in no hotel, guardamos as malas e mortos de fome, saímos procurando um lugar legal para comer. AINDA BEM QUE ESTÁVAMOS NA ITÁLIA!!!!!! COMIDA NÃO FOI PROBLEMA!!!! Jantamos em um restaurante bem legal com vários tipos de massas. O engraçado é que você paga pela massa e o pelo molho separados. Já viram isso???? Comemos penne à bolonhesa. Uma delícia!!!! Afinal macarrão é com eles mesmo. 
Piazza São Marco - Veneza.
O dia seguinte seria espetacular!!!! Saímos às 8:30 até o hidroviário para pegar o barco até a Veneza que todos conhecem. A temperatura não ajudou, estava -2º!!!! Frio danado!!!!! Estava frio e ventando, e o pior: estávamos subestimando o frio da Itália, mas isso com certeza, não estragou o passeio. Em Veneza, conhecemos a Piazza São Marco e sua Igreja Bizantina, com irregularidades no chão por causa da maré, que mexe com a cidade toda!!!

Café a 16 euros???? Uma vezinha pode!!!!!
A cidade de Veneza foi construída sobre milhares de estacas, que com o tempo foram se solidificando e se calcificaram, mas mesmo assim, parte cedeu um pouco com o tempo, por isso podemos ver muita construção torta por lá, além do piso irregular. A guia local nos mostrou um pouco da cidade e nos levou para ver como eles faziam o famoso cristal MURANO com a técnica do soplado. Muito interessante, mas os cristais são caríssimos!!!!

Piazza São Marco de outro Ângulo.
Ao meio-dia fomos para as gôndolas para passear pelas "ruas de águas". Muito romântico, tinha um grupo de músicos tocando músicas famosas italianas, enquanto tomávamos champanhe que ganhamos quando embarcamos. Demos várias voltas pela cidade e aproveitamos para namorar um pouco mais, pois estava um frio!!!!!!! kkkkkkkk Sonho realizado: passeio de gôndola em Veneza. Muito romântico!!!!!
A cidade é bonita e não tem cheio de peixe, como haviam me dito!!!!
Já de volta à terra firme, na frente de uma das milhares de pontes que há por lá.
Depois do passeio de gôndola, fomos almoçar na restaurante All Angelli. Pedimos um cardápio com entrada (torradas ao sugo), massa (espaguete ao molho), prato principal (peru com batatas), acompanhados de vinho tinto. Não pedimos sobremesa, porque não aguentávamos mais comer. O almoço foi bem caro, mas valeu à pena!!!!!!
Ruas de Veneza. Eu pensei que não havia onde pisar.
Depois de almoçados, fomos gastar as calorias passeando a pé pela parte "sólida" da cidade, que é cheia de ruelas estreitas e lojinhas que vendem de tudo, especialmente máscaras e jóias de murano. Ficamos até às 17:00 e saímos de lá felizes e realizados. Voltamos ao hotel e não saímos mais. Esse dia foi inesquecível!!!!!!!!!! No dia seguinte, pela manhã, seguimos viagem em direção à cidade de Ravena, conhecida pelos famosos vitrais. Tem vitrais coloridos em quase tudo na cidade. Na verdade, achei essa cidade um bocado feia, não havia muita coisa, fora os vitrais para se conhecer. Andamos pelas ruas principais, conhecemos o Mercado deles, compramos algumas frutas (toranjas e pêras) e lembrancinhas. Mosteiro de São Francisco de Assis.
Seguimos viagem depois de Ravenna até a famosa cidade de ASSIS, onde São Francisco de Assis construiu sua igreja. Valeu à pena conhecer essa cidade!!!!! Linda, ruas de pedra, ruas íngremes e irregulares, muralha em volta da cidade e tudo mais, afinal é uma cidade medieval. Conhecemos a igreja de São Francisco de Assis por dentro e por fora, o túmulo de São Francisco e o mosteiro.

Igreja de São Francisco de Assis.
A igreja era bem escura, que segundo me disseram, foi construída na época do Império Bizantino. Vimos os vitrais da igreja, pequenos quadros de bronze, bem antigos também e ficamos assistindo a uma missa, que o padre rezava de costas para os fiéis. Nunca tinha visto isso!!!!!
Compramos terços e santinhos de lembrança, que foram benzidos na missa.
Igreja de São Francisco de Assis por fora e o mosteiro atrás.
Passeamos pelas ruas da cidade uma vimos uma Igreja antiga (não lembro o nome) com entrada cheia de colunas romanas. Acho que foi construída na época do Império Romano, que teve total influência em toda aquela região onde se encontra a Itália hoje. Conhecemos também, a Igreja de Santa Chiara (Santa Clara) e meu marido jogou uma moeda na fonte em frente dela, fazendo um pedido, como reza a lenda. Ficamos em Assis até o anoitecer, passeando, conhecendo as coisas, sua história, visitando lojinhas, experimentando comidas, etc... à noite, seguimos viagem até ROMA. Muralha medieval que protegia a cidade de Assis.
No dia seguinte, depois do café da manhã, já em ROMA, saímos para o city tour. Só expectativas!!!!!! Começamos pela parte central de Roma: a Muralha Aureliana, de mais de 1.200 anos de existência!!!!! E continua muito bem conservada! De lá, passamos pelas Thermas; pelo Palatino; Foro de Cézar; Foro de Trajano; Circo Máximo (onde foi filmado Ben Hur na corrida de bigas); Coliseu (que emoção!!!!!!!!!); Templo de Adriano, etc. até chegar na Basílica de São Pedro. Lá, eu fiquei sem ação, tamanhã a felicidade!!! Pensei até em me beliscar...
Basílica de São Pedro no Vaticano!!!!! Que felicidade.

A praça de São Pedro, seu obelisco no centro e o tamanho da fachada, me surpreenderam. A riqueza de detalhes era impressionante!! E nem tínhamos conhecido por dentro ainda!!! Dentro da Basílica de São Pedro, o que mais me deixou de boca aberta, foi saber que toda aquela riqueza foi "tomada emprestada" do Coliseu!!!!!!! O Clero me surpreende a cada dia!!!! Estátuas, mármores, anjos de bronze, pinturas, etc. foram extraídos do Coliseu. Pode uma coisa dessas????????? Eu vi o famoso PIETÀ de Michelangelo!!! Ficamos na Basílica sei lá quanto tempo até descobrir que poderíamos subir na cúpula.
O famoso Pietà de Michelângelo original.
Perguntamos a forma de chegar até ao domo da Basílica para ver a cidade do alto. Primeiro, fomos ver os túmulos dos Papas e surpresa!!!!! Vimos o túmulo do Papa João Paulo II e de São Pedro. Tinha um monte de gente rezando de frente para o túmulo de João Paulo II, gente muito emocionada, de joelhos, alguns cantavam baixinho. Depois, pegamos o elevador até o alto da Basílica e tiramos fotos lá pegando a parte de dentro da tão famosa igreja.
As pessoas lá embaixo pareciam formigas - alto da Basílica na parte de dentro.
As pessoas lá embaixo pareciam formigas, de tão alto que é. Pegamos os 320 degraus que faltavam e chegamos ao topo do domo da Igreja mais famosa do mundo. A paisagem é magnífica!
Altar onde o Papa reza a missa do Galo visto de cima.
Tiramos muitas fotos da paisagem deslumbrante que apareceu na nossa frente. Uma emoção sem igual. Só tinha visto aquilo tudo nos livros e pela televisão Ao vivo, é muito mais lindo.
Vocês reconhecem esse lugar??? 
Maravilhoso, não acha????? Inesquecível.
Depois de um tempo lá em cima, resolvemos comer alguma coisa bem rápido para poder dar tempo de ir ao museu do Vaticano e ver de perto a tão famosa Capela Sistina. Pagamos a entrada e pernas pra que te quero!!!!!!! Fomos conhecer a capela e vimos afrescos de Michelângelo no teto e nas laterais da Igreja. Parece que foram pintados ontem. Tem a famosa gravura do "Dedo de Deus", Eva e Adão no Paraíso, a Criação da Luz e das trevas, etc. Tinha na Capela Sistina também, uma pintura enorme sobre o Juízo Final bem impressionante. Me senti em um sonho. Sempre quis conhecer esse lugar.
Museu do Vaticano.
Depois, fomos conhecer melhor o museu do Vaticano e suas peças maravilhosas que foram "confiscadas" pela Santa Madre Igreja durante séculos. Olha que tinha tanta coisa valiosa!!!! De estátuas gregas à múmias egípcias, além de muita coisa dos imperadores romanos e dos Papas. Andamos tanto, que ficamos mortos de cansaço. Saímos de lá já escuro, compramos uma réplica do Discóbulo de Miron (símbolo da Educação Física) de mármore e seguimos margeando o rio Tibre até chegar ao Bairro de Trastevere. Passamos pelo Castelo de São Angelo e várias pontes do Rio Tibre até a piazza Trilusa. Anadamos muito!!!! Já com fome, escolhemos uma pizzaria bem tradicional lá em Trastevere para comermos aquela pizza (ainda não tínhamos comido pizza na Itália) e tomarmos um típico vinho da casa. A pizza deles é bem fininha, então você tem que pedir uma para cada pessoa, além de ser uma falta de educação pedir uma para dois na Itália. Uma delícia!!!!!!!!!! Voltamos de taxi para o hotel. Dia nota 1000!!!!!
Coliseu, que significa colossau.
Saímos bem cedinho, pegamos o ônibus 776 e descemos na estação Laurentina. Pegamos o metrô e descemos na estação Colosseo. A estação do metrô tinha saída bem na frente do famoso estádio romano. Puxa vida, pelas ruínas dava para perceber o quão grandioso tudo aquilo foi um dia!!! Começamos a tirar fotos da rua mesmo, antes de pagar o ticket para conhecê-lo por dentro. O nome já diz tudo: COLOSSAU!! Senti uma emoção danada em ver tudo aquilo de perto e não nos livros de história da Educação Física, que tanto estudamos na faculdade. Andamos por lá e conhecemos as várias galerias onde os animais e gladiadores eram confinados antes das lutas.
No auge, isso tudo deve ter sido maravilhoso!!!
Fiquei impressionada com a quantidade de animais que eles usavam para os "espetáculos": ursos, javalis, lobos, girafas, leões e gente. Eles mandavam buscar animais em todas as partes do mundo. Incrível e bizarro, não??????
 Ficamos umas duas horas só observando e pensando em como tudo aquilo funcionava, pois havia espaço para 40 mil pessoas sentadas lá dentro!!!! Panis et circences!!! (Pão e circo).
Panis et circences!! Galerias que abrigavam os animais e os gladiadores antes das lutas.
Do Coliseu, fomos conhecer o Arco de Constantino (quem fundou a cidade de Constantinopla) e depois, seguimos para o Palatino e o Fórum Romano (espécie de câmara de vereadores). Tinham muitas ruínas, mas dava para imaginar a grandeza de tudo aquilo. Vimos as colunas dos templos dos senadores, o arco de Tito, restos dos jardins e provavelmente templos de Deuses cultuados naquela época. Maravilhoso mesmo, aprender história no local em que as coisas aconteceram não tem preço!!!!!
Palatino Romano - ruínas de mais de dois mil anos!!!!
Colunas de um templo.
De lá, vimos os fóruns de Cezar; de Augusto; de Nerva e de Trajano (esse tinha as colunas paralelas e o obelisco egípcio), passamos pelo monumento a Vitório Emanuelle II (todo de mármore com cavalos de bronze na frente e dos lados - grandioso mesmo) e finalmente chegamos ao PANTHEON, onde arquitetos do mundo inteiro vêm estudar como a forma da abóbada aberta foi feita em 27 a.C sem a menor tecnologia.
Pantheon.
Continuamos passeando, só que agora decidimos conhecer a Piazza Navona, mas estava em reformas. Que pena!!! Acho que vi a Embaixada Brasileira lá. Continuamos o trajeto em direção à Fontana de Trevi (mais uns 20 minutos de caminhada). Aliás, andamos o dia todo em Roma! Haja condicionamento físico!!!!
Fontana de Trevi.
Na Fontana de Trevi fizemos o tradicional: jogamos moedas em troca de pedidos e tiramos muitas fotos. A fonte é linda demais e tinha gente do mundo todo lá.
Fontana de Trevi e Netuno atrás de mim.
Pedi que tivesse saúde!!!!!!!!
Já cansados, pegamos a Via Nazareno e demos meio que sem querer, na Piazza Spagna. Estávamos bastante cansados, portanto não subimos até a Igreja Trinità dei Monti, apenas tiramos fotos. Descansamos um pouco sentados na fonte em frente às escadarias da igreja e fomos para Piazza Del Popolo.
Piazza Del Popolo.
Lindo lá. Tinham duas igrejas iguais, um obelisco no centro da praça e numa pequena encosta, umas colunas romanas com umas esculturas chamadas Pincio. Essa foi a última praça que conhecemos em Roma. Pena... Pegamos o metrô, depois o ônibus e descemos perto do hotel. Estávamos cansados, mas felizes por termos aprendido tanta coisa. Nessa noite, agradeci a Deus por ter vivido aquilo.
No dia seguinte, saímos de Roma às 8:00. Pegamos um pouco de engarrafamento, mas nada que atrapalhasse. Paramos na estrada para comermos alguma coisa e seguimos viagem até a cidade berço do Renascimento - Florença (Firenzi), onde chegamos às 12:30. Ficamos andando na cidade, almoçamos em uma cantina, e quando saíamos do almoço, vimos um grupo de turistas brasileiros sendo conduzidos por um guia que explicava sobre a cidade. Entramos no meio deles! Ótimo!!!
Basílica de Madona del Fiori.
Conhecemos primeiro a Basílica de Madonna del Fiori, com seu domo gigantesco. A basílica, que não é uma igreja, é símbolo de Florença, pertence ao povo e tem 150 metros de comprimento por 100 metros de largura, era usada para tudo: desde festas à reuniões do povo para decidir algo importante. Conhecemos também o Batistério com as famosas Portas do Paraíso; a Casa de Dante Aligieri (o famoso escritor do Inferno de Dante); a igreja onde a musa inspiradora de Dante frequentava e se casou com outro; a Piazza de la Signoria, onde Cosmo de Médici trouxe várias estátuas romanas e convidou Michelângelo para construir o famoso DAVI; Hércules, que mata o rei dos ladrões; a Medusa e Teseu; o Deus Netuno com sua fonte no meio da praça e a estátua mais intrigante de todas, pois é tridimensional: O Rapto da Sabina. Todas essas esculturas renascentistas estão para quem quiser ver na Piazza de la Signoria. Arte a céu aberto!!!!!

Casa de Dante Aligieri.
Piazza de la Signoria.
O famoso Davi de um lado e Hércules matando o rei dos ladrões do outro.
Olha só a Riqueza dos detalhes da Basílica com seu domo gigantesco.
Depois, conhecemos a ponte sobre o rio Arno e suas famosas joalherias caríssimas. Descemos até o Mercado das Palhas, onde o city tour terminou. Andamos mais pela cidade, conhecemos camelôs brasileiros, compramos lembrancinhas e gravatas de seda baratas, passamos em uma delicatessen e fomos para o hotel. Vida de turista cansa!!!!!! (risos) Cidade de Pisa.
Saímos de Florença cedíssimo em direção à cidade de Pisa. Chegamos bem cedo na cidade, bem antes dos milhares de turistas que vão todos os dias para lá. Tudo bem bonito, pois não há somente a torre inclinada para se ver, pois tem a Catedral, o batistério e milhares de camelôs também. Ficamos impressionados com a beleza da torre. Ela é linda demais. Ficamos lá no complexo (catedral, batistério e torre) um tempão só tirando fotos e depois, decidimos fazer umas comprinhas nos camelôs. Comprei chaveiros, imãs de geladeira, uma estátua de Rodin (o pensador),bolsas, etc. Não achei os preços altos.

Saímos de Pisa em direção ao mar Mediterrâneo e passamos pela região de Carrara, produtora do mármore mais caro do mundo. Dizem que desde o império romano extraem mármore de lá e nem 10% do total do mármore foi retirado ainda. Incrível!!!! Continuamos a viagem até a cidade de Santa Margherita Ligur, às margens do mar Mediterrâneo, onde chegamos às 12:30. Cidadezinha pequena, mas de gente rica, endinheirada mesm o. As mansões foram construídas nas encostas dos morros, bem de frente para o mar azul. Estamos quase saindo da Itália. Que pena.
Ruas de Santa Margherita Ligur.
Passeamos um pouco pela cidade, comemos a última pizza genuinamente italiana e brincamos na praia, que era cheia de pedras no lugar da areia. A água era um gelo!!! Tiramos fotos lindas. Passamos a tarde toda lá, só de bobeira, afinal estávamos no despedindo da Itália, terra do meu bisavô.

Esa viagem foi surpreendente, aprendemos milhares de coisas novas, tivemos a oportunidade de conhecer parte da história do mundo em loco, experimentamos vários sabores... Enfim, curtimos ao máximo tudo que pudemos. Entrou para a história, só que na nossa.

Vejam também as postagens clicando nos links abaixo:
LONDRES NO INVERNO
LONDRES NO VERÃO
PARIS NO INVERNO
PARIS NO VERÃO

17 comentários:

  1. Acabei de ler e achei um maximoooooooo... menina do céu viagem perfect... rsrsr

    Parabéns pelo sonho realizado!!!

    ResponderExcluir
  2. É incrível como a gente pode aprender quando viaja!!!!! Esse relato está surpreendentemente gostoso de ler. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns!!!! Viagem perfeita, quantas cidades!!!! Esse é o sonho de qualquer mortal. Adorei!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigada pelo incentivo, meninas.Fico muito feliz que tenham gostado.
    Na verdade, essa viagem foi marcante. Mesmo sabendo de toda a sua história, nos surpreendíamos a todo momento. Aprendemos muito!!!!!
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo09:19

    Olá Rose e Adilson.

    Gostei muito do blog e de sua organização. É facil achar os tópicos e as dicas de viagem são preciosas. Eu nem imaginava que era prudente andar com o cartão do hotel em caso de nos perdermos na cidade. Embora já tenha viajado um bocado pelo Brasil, nunca tinha pensado nisso.
    Adorei esse relato sobre a Itália. Mas a minha pergunta é: me disseram que a pizza deles não é muito incrementada, isso é verdade???? rsrsrsrs
    Parabéns pela iniciativa!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Frank17:26

    Estive na Itália e achei a pizza deles horrível!!!! A massa é fina demais e com muito pouco recheio. Deu vontade de dobrar em quatro e comer como sanduíche. kkkkkkkkkk
    Nem se compara à nossa.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo22:34

    Achei o relato de vcs muito bom. Vcs fizeram o trajeto todo de carro?

    ResponderExcluir
  8. Como foi a nossa primeira vez na Europa, tivemos receio de fazer tudo sozinhos e alguma coisa dar errado, então fechamos um pacote com a Europamundo Vacaciones, pois o preço estava muito bom, se comparado às outras agências que pesquisamos.
    Valeu!!!!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo07:37

    Oi..
    Sou professor de história e realizei o maior sonho de minha vida recentemente, que foi passar 10 dias em Roma. Fiz de tudo para conhecer da melhor maneira possível os seus museus e os lugares mais importantes da história do império romano. Fiquei realmente extasiado com tudo que vi e aprendi em loco.
    Agora estou planejando uma viagem para a Grécia, vamos ver se vai dar certo.
    Parabéns pelas suas viagens e descobertas!!!

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  10. Ficamos felizes por você compartilhar suas vivências com a gente. Torcemos para que sua viagem para a Grécia dê certo.
    Você tem razão, Roma é realmente uma cidade fascinante!!!!!

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. florizia19:52

    Estive na Itália faz 10 anos e lendo seu relato, matei a saudade.Conheci Milão, que infelizmente você não foi (recomendo!!!!), mas vi que você conheceu Ligur, cidade que eu não tive o prazer de ir. De qualquer forma, AMEI o que você escreveu!!!!!
    Parabéns por este blog legal.

    ResponderExcluir
  12. Deve ter sido uma experiência maravilhosa!!!!! Conhecer a Itália é meu sonho de consumo e já estou planejando esta viagem para o verão de 2013. Destas cidades que vocês conheceram, tem alguma que não valeu a pena??
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Lazaro, tiraríamos Ravenna do roteiro e incluiríamos Milão.
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Kátia18:09

    Oi Rose, adorei seus relatos! Vou para Itália na metade de dezembro e anotei várias dicas suas. Você comentou que subestimou o frio da Itália e isso me preocupa... em que época do ano você viajou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kátia, obrigada pela visita.
      Viajamos no mês de FEVEREIRO. Aconselho você estar preparada para um frio entre 0 a 5 graus. Leve um ou dois casacos mais grossos e casacos de lã para usar por baixo, que vai dar certo (se vc tiver um casaco térmico será ainda melhor). Quando for à Veneza, coloque casacos que protejam de um frio maior, pois com a proximidade do mar, o ar é mais úmido aumentando a sensação de frio.
      Abraços

      Excluir
    2. Kátia20:35

      Rose, obrigada pelo conselho. Acho que vou ter que comprar uma mala maior... rsrsrs! Abraço.

      Excluir

ESTE ESPAÇO É SEU. SINTA-SE À VONTADE!!! COMENTE, PERGUNTE, CRITIQUE, PARTICIPE!!!