domingo

CARTAGENA DE INDIAS com Barranquilla e Santa Marta na Colômbia.

Chegamos em Cartagena de Indias às 15:30 vindos da Ilha de San Andrés/Colômbia. Pegamos um taxi do aeroporto e em menos de 20 minutos chegamos ao hotel. Hotel El Pedregal, modesto, mas aparentemente limpo. Deixamos as coisas no hotel e saímos procurando algum lugar para comer. Entramos no primeiro restaurante que vimos, mas não demos muita sorte, pois já eram 16:30 e não havia muitas opções de almoço. Andando pelas ruas procurando um lugar bom para almoçarmos.Em cima da muralha.
Seguimos a pé até a Torre do Relógio, muito pertinho de onde estávamos hospedados. A Torre do Relógio fica bem no meio do centro histórico, e uma vez lá, nos perdemos de propósito nas ruazinhas estreitas até encontrar a muralha. Cartagena tem um bairro inteiro dentro de uma gigantesca muralha, que protegia a cidade na época da colonização espanhola. Sua construção iniciou-se em 1586 e terminou em 1796. Hoje, dá um charme todo especial ao Centro Histórico e região.
Esperando o pôr do sol.
Ficamos lá esperando para ver o por do sol, que era magnífico. Depois do fim de tarde, seguimos para a praça dos Coches, onde estava havendo uma apresentação de danças típicas bem legal. Ficamos assistindo a tudo bem interessados, pois era como se fosse uma dança afro. Depois, como estávamos bem cansados da viagem, passamos numa padaria, compramos lanches rápidos e sucos para voltar para o hotel.
O pôr do sol no mar do Caribe.
Fim de tarde espetacular!!!
Torre do Relógio no Centro Histórico.
No segundo dia, decidimos não programar nada, pois queríamos caminhar pela cidade e conhecê-la melhor. Fomos primeiro para o Centro Histórico, demos umas voltas por lá encantados com a cidade amuralhada e suas construções características, mas mudamos de ideia e seguimos a pé para visitar o Castelo San Felipe de Barajas. Fomos caminhando sem pressa, pegamos a Av. Venezuela, atravessamos a ponte e chegamos ao castelo sem a menor dificuldade.
Portal de Los Dulces e as construções características de Cartagena.Prefeitura de Cartagena.
Vista panorâmica da cidade - foto tirada do Castelo San Felipe.
Pagamos 17.000 pesos colombianos (cerca de 17 reais) por cada entrada no Castelo e seguimos com um guia impresso que nos deram. Achamos caro, não havia tanta coisa para ver que valesse o investimento. O que valeu mesmo, foi a vista de 360° de Cartagena!!!!
Muito bonita a cidade. No castelo, entramos em vários pátios; caminhamos pelos túneis que serviam de cárcere e de comunicação entre as várias partes do castelo na época da colonização espanhola; visitamos um mini museu (muito sem graça) e uma lojinha de artesanatos. Tomamos um suco de uma fruta típica colombiana: tomate de árbol (tomate de árvore) que tem o sabor muito parecido com o do cajá brasileiro, descansamos um pouco admirando a vista magnífica e depois, resolvemos descer para a cidade.
Castelo San Felipe.
Só pra registrar a idade! Do Castelo dá para ver a cidade toda!!!!!
Vista maravilhosa de Cartagena - foto tirada do Castelo.Descansando um pouquinho e admirando a vista - Centro Histórico à direita; parte nova da cidade à esquerda e o mar do Caribe ao fundo. Tudo lindo, não acham???
Castelo San Felipe de Barajas - 1657.
Construções típicas de Cartagena. Quem não gostaria de passar as férias neste lugar??
Voltamos para o centro e resolvemos almoçar, entramos em um restaurante que servia arroz com feijão bife e salada que mais parecia a comida caseira que estamos acostumados no Brasil. Uma delícia!!!! Depois do almoço, saímos procurando o Portal de los Dulces, pois nos disseram que lá havia todos os tipos de doces típicos da Colômbia. Decidimos pelo doce de arequipe, muito parecido com o doce de leite em barra que conhecemos no Brasil.
Varandas floridas.
Las Bóvedas.
Comendo o doce ainda, fomos conhecer a Plaza de las Bóvedas, que era um abrigo anti bombas de canhão, última obra construída na fortificação. Há muitas lojinhas de artesanato neste local, e em frente a praça, um Colégio Salesiano. Ficamos observando o movimento dos estudantes com seus uniformes de tergal em frente à escola.
Las Bóvedas e suas lojinhas de artesanato.
Seguimos caminhando pela muralha e pelas ruas com seus casarios coloridos e muito lindos. Conhecemos a Catedral de Santa Catalina, Palácio de La Gobernación, Plaza de Bolívar, Plaza de Santo Domingo (os bares mais caros para se comer e beber na cidade ficam lá) e muitos outros lugares do Centro Histórico.

Plaza de Santo Domingo e a escultura de Botero. Tomar uma cerveja em lata nesta praça custava R$ 6,00!!! Achamos caro.
Pesquisamos os preços das esmeraldas. As colombianas são muito famosas no mundo inteiro, e uma vez lá, não podíamos perder a chance de comprar pelo menos uma. Tomamos uma cerveja em um restaurante bem aconchegante e lotado de turistas (provavelmente europeus, pois falavam vários idiomas diferentes do espanhol e do inglês) e conversando com meu marido sobre os preços das esmeraldas, resolvemos voltar em uma loja que tinha um bom preço e compramos um pingente que eu tinha gostado muito. Fiquei muito feliz!
Depois de termos comprado o pingente, passamos no supermercado, voltamos para a praça dos Coches e assistimos novamente a apresentação de dança do grupo da noite anterior. Cansados, mas muito felizes, principalmente eu, que ganhei uma jóia, voltamos ao hotel, pois no dia seguinte conheceríamos a Playa Blanca e Isla Del Rosário, um dia todo de praias.
Torre do Relógio à noite.
Pier - antes de sair para as Islas del Rosário e Playa Blanca.
Acordamos mais cedo neste dia, porque tínhamos que estar no Pier de Cartagena para pegar o barco e fazer o passeio da Isla Del Rosário e para a playa Blanca. Pagamos no total 57.000 pesos, o equivalente a 57 reais (45.000 do barco + 12.000 da taxa de preservação) com almoço incluído.
Prédios de luxo no bairro da Boca Grande.
O barco Bequia Eagle saiu lotado!!! Foi muito bom, porque tinha um recreador bem animado fazendo brincadeiras com os passageiros e a vista da cidade era muito bonita. Cartagena é uma cidade muito bem desenvolvida, com bairros luxuosos.
Farol de Cartagena.
Forte de Cartagena - Patrimônio da Humanidade (UNESCO).
Durante o trajeto teve até uma competição muito animada entre equipes, com direito a prêmios simbólicos. Mas, o barco em que fomos era bem lento. Há outra opção um pouco mais cara, bem mais rápida, porém sem animação, sem bar e sem banheiro. Como o objetivo do blog é informar, fica aí a dica.
Competição animada entre os "delfines" (golfinhos) e os "tiburones" (tubarões).
Uma das ilhas que compõem o arquipélago Las Islas del Rosário
. Que mar lindo!!!!!
A primeira parada foi na Isla Del Rosário, onde há um oceanário que se pode visitar, pagando a quantia de 20.000 pesos (20 reais). Não achamos que valeu a pena, pois estávamos esperando algo melhor. Mas há uma grande variedade de espécies e também uma apresentação de golfinhos e tubarões.
Outra ilha PARADISÍACA!!!!Que linda!!!
Oceanário da Isla del Rosário.
Na verdade, a gente pensava que podia mergulhar de máscara e snorkel e ver os peixes livres na natureza, como vimos na ilha de San Andrés. Por isso é que saímos um pouco decepcionados, sem falar, que no resto da ilha não há nada pra fazer.
Quem não visitou o oceanário ficou esperando em um cantinho da ilha onde se podia tomar banho ou voltou para o barco. A parada nesta ilha durou uma hora.
Apresentação de golfinhos.
Hora da refeição!!!!
Seguimos para a Playa Blanca. Eu tinha lido em vários blogs que quem visitasse a ilha de San Andrés primeiro iria se decepcionar quando conhecesse a Playa Blanca e com toda a certeza, essa afirmativa é verdadeira!!!! Não que a praia fosse feia, pelo contrário, tinha águas azuis e verdes, mas a transparência da água e o visual ao redor não eram tão belos quanto a ilha de San Andrés. É inevitável fazer comparações.
Cada ilha incrível! A gente se perguntava como as pessoas viviam lá, no meio do nada.
Mas, quem visita Cartagena, DEVE fazer este passeio, é praticamente "obrigatório". Almoçamos um peixinho frito bem gostoso, acompanhado de arroz, salada, bananas fritas e suco de limão (já estava incluído no preço do passeio), mas era tudo sem luxo, muito simples, mas limpo e gostoso.
Playa Blanca. Olha que mar lindo!!!!!!
Depois do almoço, tivemos um tempo para banho e para conhecer a praia. Havia muita gente, pois vários barcos como o nosso estavam ancorados. Demos um passeio, tomamos banho e ficamos apreciando a beleza da praia e a movimentação das pessoas até a hora do chamado para voltarmos para o barco.
Chegando à Playa Blanca.
A volta foi igualmente animada, principalmente porque algumas pessoas voltaram mais alegres, depois das cervejinhas que tomaram na praia. Teve até cover de Michael Jackson a bordo, mas muito cômico. Chegamos ao píer no fim da tarde.
Praia de água morna e com um azul incrível.
Depois de desembarcarmos de volta à Cartagena, passamos em uma agência para tomar informações sobre um bate-volta para as cidades de Santa Marta e Barranqilla para o dia seguinte (este passeio só sai aos sábados e quartas e custa 80.000 por pessoa com almoço incluído). Voltamos para o hotel, nos arrumamos e saímos para jantar. Acabamos decidindo fazer o passeio Santa Marta/Barranquilla, ligamos para o número que nos deram para confirmar, então voltamos cedo ao hotel, pois sairíamos às 6:00 no dia seguinte.
No dia seguinte, saímos do hotel às 6:15 de taxi com uma pessoa da agência que faz o bate volta para Barranquilla e Santa Marta. No local de encontro, havia várias busetas (microônibus) que fariam o mesmo passeio que a gente. A nossa buseta chegou uns cinco minutos mais tarde, pois estava passando nos hotéis e pegando as pessoas que também iriam.
Praça no centro de Barranquilla.
Saímos às 6:50 com o microônibus lotado. De Cartagena a Barranquilla são 115 quilômetros e de Barranquilla a Santa Marta são mais 93 quilômetros. Demoramos duas horas para chegar em Barranquilla, onde descemos para tomar café.
Local onde é realizado o carnaval de Barranquilla, famoso em toda Colômbia.
Barranquilla é uma cidade pertencente ao Estado do Atlântico, que cresceu ao redor do porto, então não há turismo, só o comércio forte. Achamos a cidade feia, muito suja e sem saneamento básico. A única parte limpa era o centro, fora dele, havia muita pobreza. Não dava para passar muito tempo lá, e no fundo nem queríamos, pois não valia a pena. Foi uma decepção total!!!!
Ruas do centro de Barranquilla. A periferia da cidade é suja e paupérrima.
Seguimos para o Estado de Magdalena, onde se situa a cidade costeira de Santa Marta. Pense numa viagem longa!!!!! Mais duas horas para chegar.
Almoço à beira mar. Filet de peixe com arroz no coco e patacón (banana).
Já em Santa Marta, seguimos direto para a praia caribenha do Rodadero, muito bonita e praticamente sem ondas. Almoçamos em um restaurante muito simpático chamado El Punto Marino. Comemos peixe acompanhado de arroz, salada, batata frita, e patacon (banana assada) com uma limonada suíça muito saborosa. Depois do almoço, fomos ver as lojinhas de artesanato para fazer a digestão antes de cair na água da praia.
A minha pescada estava realmente muito gostosa.
Santa Marta - Rodadero.
A praia é muito bonita com areia muito fina, mas a água é bem gelada. Tomei um banho rápido, mas saí logo. Só meu esposo que resolveu ficar um pouco mais, levou o snorkel com a máscara, mas achou que o lugar não era bom para mergulho, só para banho.
Calçadão da Praia do Rodadero.
Como a água era bem gelada, não nos animamos a tomar banhos prolongados, então resolvemos tomar uma cervejinha em um dos restaurantes da orla e conhecemos uma família vinda da cidade de Valle Dupar, uma província a 300 km de distância de Santa Marta.
Praia de Rodadero.
Conversamos muito com eles e descobrimos que o salário mínimo na Colômbia são 600.000 pesos, mas que a maioria da população recebe 1.000.000 incluídos os benefícios como transporte e plano de saúde. Acha muito??? Para comparar com o Real é só tirar os três últimos zeros.
Água gelada!!!!!!!!
Depois das cervejinhas e do bate papo animado com a família de Valle Dupar, passeamos pelo calçadão. Na verdade, não conhecemos quase nada em Santa Marta além da praia. Quem quiser conhecê-la melhor deve passar pelo menos uma noite, portanto não recomendamos este bate volta aos que visitam Cartagena por mais tempo, só é válido para aqueles que vêm para poucos dias.
Um rapaz muito educado se ofereceu para nos fotografar. E não é que a foto ficou ótima?
Saímos de lá às 16:00 e chegamos em Cartagena às 20:00 sem direito à parada para xixi. Enfim, tivemos um dia muito cansativo para poucas horas de relaxamento. Enfim, NÃO RECOMENDAMOS O BATE VOLTA PARA SANTA MARTA, só se você fizer mesmo questão de ir até lá.
Uma parte da Muralha e a Catedral de São Pedro Claver ao fundo.
Reservamos o dia seguinte para passar o dia na praia. Saímos do hotel por volta das 9:00 e fomos caminhando até a praia da Boca Grande, point dos hotéis de luxo. Como era domingo, as lojas do Centro estavam fechadas, então praia era uma boa opção.
Dia de praia!!!!
A distância do hotel até a praia era de uns três quilômetros, ou seja, uma boa caminhada. Aproveitamos para ir fotografando novamente os pontos mais bonitos do trajeto, como a Torre do Relógio, o Pier, os barcos, etc. O dia realmente estava primoroso!!!
Saímos fotografando tudo que encontrávamos pelo caminho!!
Assim que chegamos na praia, tomamos aquele banho de mar, pois estávamos suados da caminhada. Depois, ficamos um bom tempo sentados nas cadeiras que alugam, tomamos mais banho, dissemos NÃO a milhares de vendedores que vendem de tudo e ficam chateando o banhista, e NÃO a outras milhares de mulheres que se oferecem para fazer tranças ou massagem (dizer não todo o tempo é bem chato).
O mar do Caribe e o Centro Histórico ao fundo.
Decidimos procurar um quiosque para tomar algo. Achamos um barzinho bem legal com dadeiras e sombreiros a disposição dos clientes na areia da praia. É sabido que nesses lugares se alugam tudo: tendas, toalhas, cadeiras, etc. Então, achamos legal ficar neste bar.

Praia da Boca Grande.
Pedimos cerveja Águila, a mais famosa da Colômbia, que foi criada em Barranquilla e hoje é um sucesso nacional. Ficamos um tempão lá e comemos um monte de coisa que os vendedores oferecem: siri, banana frita, biscoito de polvilho, etc.
Essa é a parte nobre da cidade, muitos hotéis luxuosos se encontram nesta região.
Lá pelas 14:00, resolvemos voltar para almoçar em algum lugar próximo ao hotel, porque tínhamos que descansar para a noite, pois teríamos o passeio da RUMBA EM CHIVA, que é um tipo de ônibus aberto com músicos tocando rumba, que faz um city tour noturno regado a rum. Depois do almoço, dormimos um pouco.
Cerveja Aguila, paixão da Colômbia. Esta é a chiva, um ônibus aberto e adaptado para o turismo.
Rumba em Chiva. Vamos rumbar????
Saímos para rumbar às 18:30, tomamos um taxi em direção ao hotel Dorado, ponto de saída de todas as chivas. Como chegamos um pouco cedo, pois as chivas saem às 20:00, aproveitamos para ver lojinhas de artesanato e jantar. Vimos um McDonald's e acabamos comendo lá. O Big Mac era mais barato que um perro caliente (cachorro quente)!!! Voltamos para o ponto de encontro das chivas, compramos maracas, recebemos bebidas, gelo e refrigerantes. Passamos pelos pontos turísticos mais importantes de Cartagena com algumas paradas para fotos. Descemos nas Bóvedas, nos ofereceram gratuitamente empanadas e arepas com huevos (pastéis típicos) e subimos com os músicos e com todos de outras chivas para as muralhas, onde teve um tipo de baile por mais ou menos uma hora. Delicioso!!!!
À noite, os monumentos ficam iluminados, deixando a cidade ainda mais bela.
A Chiva saiu lotada!!! Haja rumba, haja tragos!!!!
De todos os passeios que fizemos, este foi o que mais nos divertimos. Depois do "baile na muralha", ainda tivemos ingresso grátis em uma boate bem interessante. Só tocava ritmos caribenhos, onde turistas e colombianos dos mais diferentes lugares dançaram muito. Não dava pra ficar parado, pois o ritmo era contagiante!!! Saímos no início da madrugada, pegamos um taxi e voltamos felizes para o hotel.
 India Catalina, símbolo de Cartagena de Indias.
No dia seguinte, acordamos um pouco mais tarde por causa da rumba e dos tragos da noite anterior. Saímos para tomar café em uma lanchonete para depois fazer uma pesquisa de preços da bateria sony que usamos em nossa máquina fotográfica, pois estávamos precisando de uma nova. Depois, saímos passeando pela cidade até chegar no Monumento à India Catalina, que segundo nos disseram, foi o elo de ligação entre os índios e os espanhóis na época da colonização.
Praça do monumento da India Catalina.
Depois do monumento em homenagem à índia, pegamos a parte da muralha que dava em frente à catedral São Pedro Claver e sem o menor problema, encontramos o local. Há uma série de esculturas de metal na lateral da catedral. Achamos tudo muito interessante e bonito, aproveitamos para tirar umas fotos bem legais.
Catedral de São Pedro Claver e as esculturas de metal em frente a ela. Ruas próximas à Catedral de São Pedro Claver.
Seguimos pelas ruas do centro, decidimos tomar um refresco, escolhemos um barzinho, sentamos e ficamos batendo papo, sem ter pressa e preocupação com o que fazer. Lá pelas 14:00 fomos almoçar. Passamos por um restaurante que era um casarão bem antigo e que estava lotado de turistas de todas as partes do mundo. Resolvemos entrar e pedimos frango ao molho com ervilhas (cozidas como o feijão brasileiro - foi a primeira vez que as comemos assim), juntamente com arroz, salada mista e banana. Nunca vi povo para gostar tanto de banana!!! A verdade é que estava tudo delicioso!! E ainda vinha acompanhado de água de panela (um caldo de cana bem ralo).As construções em Cartagena são belíssimas!
Depois do almoço,voltamos para o hotel, cochilamos e saímos de novo para o centro, pois já estava no fim de tarde e o sol muito mais brando. Visitamos lojinhas, compramos uma sacola grande para colocar todas as lembranças que compramos, passamos no supermercado, pois precisávamos de lanches para o dia seguinte, durante a volta ao Brasil.
Plaza de La Trinidad.
À noite, saímos para a Plaza de la Trinidad, ponto de encontro de moradores e turistas, para comer comidas típicas e beber as últimas cervejas Club Colombia da viagem. Comemos perro caliente com chorizo (cachorro quente com linguiça e queijo mole), empanada (pastel de polenta com carne), arepa de queijo (muito parecido com o nosso escondidinho de queijo), níspera (sapoti), um bolinho típico com queijo (parece a coxinha de galinha brasileira, so que com queijo dentro), enfim, ficamos muito tempo na praça experimentando as comidas colombianas que ainda não tínhamos comido e nos despedindo, muito sem querer, do povo colombiano, que para nós foi maravilhoso!!!! A Colômbia que conhecemos vai deixar muitas saudades...
Veja também as postagens:
ILHA DE SAN ANDRÉS NA COLÔMBIA
BOGOTÁ NA COLÔMBIA
ZIPAQUIRÁ E A CATEDRAL DE SAL COLOMBIANA
LOS ROQUES NA VENEZUELA - UM SONHO POSSÍVEL

36 comentários:

  1. BELAS IMAGENS!!!
    PARABÉNS E BOA VIAGEM! KKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Raimundo, as imagens falam por se mesmas!!!
      Um abração.

      Excluir
  2. Gostei muito da postagem. A dica de não fazer o bate-volta para Sta Marta no mesmo dia foi ótima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, nosso objetivo é esse, incentivar as pessoas a realizar seus sonhos.
      Um abração.

      Excluir
  3. Oi Rosiane, tudo bem? Sou o Guilherme, vivo em São José dos Campos - SP, e vou para Cartagena (23 a 27/04) e San Andres (27 a 07/05). Estou pesquisando bastante sobre esses lugares e encontrei o seu blog. Gostei muito do que vi, seus relatos, experiências. Pretendo ficar no hostal El Viajero nos dois lugares. Vi que você ficou no de San Andrés, não sei se chegou a visitar o de Cartagena. Enviei um e-mail pra eles perguntando a possibilidade de descontos, mas pelo que vi eles foram bem resistentes sobre isso, rsrsrs... Gostaria de dicas com os nomes dos restautantes que vocês almoçaram por essas bandas e tudo mais que puderem me ajudar (compras, passeios, etc)... Vou sozinho... Obrigado desde já e parabéns pelo blog! Boas viagens pra vcs nesse ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Guilherme.
      Em Cartagena, não conhecemos o hostel El Viagero, mas pelo padrão que encontramos em San Andrés, deve ser bom também.
      Quanto à restaurantes, fique tranquilo, pois a comida deles é bem parecida com a nossa: tem arroz, feijão, carne, sopas, etc. Quando batia fome, a gente escolhia o restaurante que oferecia melhor preço e melhor limpeza.
      Passeios em San Andrés: não deixe de mergulhar no WEST VIEW e na ilha Jhonny Cay. O Acuário não achamos muito legal, pois havia muita muvuca.
      En San Andrés as bebidas são MUITO baratas, mas tome cuidado com os eletrônicos.
      Em Cartagena: não deixe de fazer os passeio da Rumba em Chivia e para Playa Blanca (peque a lancha mais rápida). Compre doces deliciosos no Portal de Los dulces no Centro Histórico. Ah, o pôr do sol visto da muralha é MAGNÍFICO!!!!!!!
      Boa viagem e aproveite!!!

      Excluir
    2. Olá Guilherme,cheguei de cartagena ontem, fiquei em Bocagrande, fiquei hospedada no hotel costa del sol, café da manhã e almoço incluso e valor acessível, os quartos dão confortáveis eu recomendo. Ao lado possuem vários restaurantes. Fast foods ( burguer king, Mc donalds a 100 metros do hotel. Eu não me adaptei a comida local então me acabava nos lanches rsrs. Essa localização do hotel costa del sol e mto boa, a praia não tem nada de espetacular , os ambulantes perturbam o tempo todo e não deixem as massagistas tocarem em vc, não sabia o que vinha a diante eu e meu namorado permitimos fizemos resistência , mais elas insistiram mto , fizeram a tal massagem até tranca no meu cabelo e no final a surpresa 100 mil pesos cada , discutimos. E por final pagamos 30 mil pesos. Então já sabe, corra delas rsrsrs.
      A cidade história fica a 20 min andandando do hotel até lá. De táxi VC vai pagar 8 mil pesos. Vale ir a pé e conhecer a cidade !!! Não deixe de visitar as ilhas rosário. Lugar perfeito !!! Boa viagem e bom aproveito !!!!

      Excluir
    3. Dicas excelentes!!!!!!!!!!!

      Excluir
  4. Evelin Macool22:27

    Adorei seu blog, as fotos as dicas, muito legal!!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo blog Rosiane! Estamos planejando ir à Cartagena no próximo mês e suas informações, fotos e comentários nos deixaram ainda mais ansiosos por esta viajem... Em 2011 conhecemos San Andrés e amamos o lugar e a hospitalidade do povo colombiano, com certeza também amaremos Cartagena!
    Um grande abraço!
    Fabio Fischer

    ResponderExcluir
  6. Olá Evelin, Fabio e Vânia.
    Agradecemos muito o incentivo de vocês. É sinal de que estamos fazendo bem em informar as pessoas.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Se fosse para escolher Cartagena ou Santa Marta qual vcs escolheriam ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francis, se fosse para escolher apenas UMA opção, escolheria Cartagena por causa das opções de lazer, turismo e cultura. Mas se você tiver como dar uma esticada, fique 2 dias também em Sta. Marta (pelo menos com um pernoite), pois também vale à pena. Só evite o bate-volta que fizemos, pois é roubada!!!!
      Abraços

      Excluir
  8. Acabei de comprar as passagens, muito bom o relato e dicas.
    Qual o ano da sua viajem?
    Parabéns e obrigado pelas dicas.
    Thiago

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viajamos para Cartagena no ano passado.
      Espero que nossas dias sejam bastante úteis. Quando voltar, coloque as suas aqui. Abraços

      Excluir
  9. Olá, Rose e Adilson, parabéns pelo blog, pelas fotos e pela alegria de vcs. Adorei os comentários.

    Vejo que vcs, como eu, adoram uma praia e uma cervejinha. Tb sou nordestina, de Salvador, e saber o preço e o sabor das cervejas é algo que me interessa bastante.

    Agora vcs me criaram um problema, pensava em ir para a Colombia, mas estou com pouco dinheiro e evitava as pesquisas sobre o local. Agora, com as publicações que li e vi por aqui estou louca de vontade de ir logo. rsrsrsrs. Isso eu devo a vcs e às suas fotos, vcs me pagam! kkkk

    Ely

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ely, tudo bem?
      Ficamos muito felizes por você ter gostado do nosso blog e pedimos desculpas por fazermos a "maldade" de deixar você com vontade de conhecer a Colômbia. kkkkkkkkk
      Acredite, não é um destino caro para ir. Com um pouco de planejamento financeiro e muiiiiiiiiiiiitas pesquisas, você consegue!
      Abraços

      Excluir
  10. Excelente relato. Me deu uma ótima idéia da cidade e de que fazer ou não. Obrigada! Leila

    ResponderExcluir
  11. Anônimo15:53

    boa tarde, estou planejando uma viagem para Colombia em maio/2014 e gostaria de saber aonde ficar Cartagena ou san andres ?? att joao brasil rio de janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João,

      San Andrés sem sombra de dúvidas é o lugar mais lindo da Colômbia!!!!!!!!!!
      Dependendo dos dias que vc vai ficar lá, dá para ir para os dois destinos. Se for fazer isso, recomendo conhecer Cartagena primeiro e só depois voar para San Andrés. Quando se conhece San Andrés primeiro, Cartagena perde totalmente a graça. rsrsrsrsrs

      Excluir
  12. Anônimo14:29

    Oi Rose, estou adorando ler seu blog...
    E estou programando minha viagem atraves dele.
    Vi que a media de gastos de vocês em San Andres foi R$ 140,00 por dia e em Cartagena, qual foi a media??
    Esse custo de R$ 140,00 por dia deu para ficar com tranquilidade, ou é bem apertado?
    E para fazer o passeio de rumba, quanto custou?
    Sobre o carrinho de golfe, é possivel acomodar 04 pessoas?
    Quanto tempo é o minimo que se deve fica em Cartagena e San Andres.
    Qual foi a epoca do ano que estiveram la?
    Estou querendo ir em Agosto.

    obrigado pelas otimas dicas e informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que bom que está gostando do blog.

      Bem, quando fomos a média gasta de R$ 140,00 foi para todas as cidades que conhecemos, mas ainda não tinha ocorrido essa alta do dólar que há hoje. Recomendamos que faça o cálculo diário de 70 dólares por pessoa, que assim dá com certeza e com tranquilidade. É melhor que sobre do que falte, não é?
      Vimos até 6 pessoas em carrinhos de golfe, há vários tamanhos. É só negociar lá.
      Em Cartagena no mínimo 4 noites e em San Andrés no mínimo 4 também, mas se puder mais será muito melhor.
      O passeio da Rumba não lembramos o valor, mas lembro que não foi caro. Pegamos esse tour nos guichês das agências do pier de Cartagena (há vários com vários preços).
      Fomos no mês de fevereiro, mas lá é verão o ano todo, pois é Caribe.

      Um abraços, boa viagem e se tiver mais dúvidas, pergunte!!!!!

      Excluir
  13. olá, comprei as passagens para conhecer cartagena no mês de março/14. estou querendo saber como faço pra ir de cartagena a Barranquila, tem como ir de ônibus? abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel, tem sim.
      Barranquilla não é muito longe de Cartagena. Há opções de ônibus convencionais ou por agências de turismo. Nós fizemos um bate-volta para Santa Marta com uma parada em Barranquilla, mas definitivamente NÃO há nada muito legal para se conhecer lá!!!!
      Abraços

      Excluir
  14. Anônimo21:58

    Olá! em que mês vocês estiveram na Colombia? Estou definindo entre Bogotá e Cartagena, o que me indicam? como fizeram para ir de Bogotá a San Andrés? e qual o preço da passagem? Fiquei no Hostel El viajero na Argentina e Uruguai e vi que ficaram em San Andres, o que acharam? Adorei as dicas do blog, obrigada! Abraços!!

    ResponderExcluir
  15. Fomos no mês de fevereiro. Se você puder, conheça as duas cidades, que vale à pena. De Bogotá para San Andrés, compramos voos pelo despegar.com da Colombia, que era mais barato (não recordo o preço agora) Recomendamos o Hostel El viajero, pois gostamos muito.

    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Olá Rose.
    Qual foi o ano de sua viagem para a Colômbia?
    Gostaria de avaliar os preços.

    Seu blog é muito legal.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo15:03

    Olá, adorei as suas dicas! Estou fechando 8 dias Cartagena ( com opcional de 2 dias San Andes, ou não ; o que vc pensa? Vou levar meu pai que tem noventa anos mas adora dançar por isso nossa procura por lugares deste tipo .Gostaria de saber se esses programas dançante nas Rumbas de chiva são comuns todos os dias ou se Cartagena é diferente nos finais de semana. Enfim , em 10 dias ,onde escolher o fim de semana S,Andres ou Cartagena? Obrigada desde já

    ResponderExcluir
  18. Os programas dançantes de Cartagena não param, pois é uma cidade muito turística. San Andrés já é mais calmo, bom para mergulhar e relaxar nas praias

    ResponderExcluir
  19. Recomendo que você passe o fim de semana em Cartagena, que é muito mais animada. Mas não deixe de incluir San Andres. De preferência depois de Cartagena, pois San Andres é tão lindo que se vocês forem primeiro vão achar Cartagena feia. Rsrsrsrsrs
    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Andy16:48

    Oi, pessoal, que bacana seu blog, dia 06 estou desembarcando em Cartagena e já estou extraindo dicas maravilhosas daqui! Parabéns pela iniciativa, eu diria que uma prestação de serviço... Só fiquei curioso pra saber alguns preços, mas vou me virando pra descobrir ao chegar lá! Um abraço!

    ResponderExcluir
  21. olá !! gostaria de saber qual empresa voces compraram o passeio de bate e volta da isla del rosario!!
    atenciosamente Franciny

    ResponderExcluir
  22. Infelizmente, não lembro. Compramos em uma das agências que ficam no pier de Cartagena. Todas oferecem basicamente o mesmo serviço.

    ResponderExcluir
  23. Henrique Abreu11:08

    Muito legal seu post. Parabéns pelas fotos tb!

    Vou ficar 3,5 dias em cartagena (meio dia até voltar de avião para Bogotá).

    Um desses dias vamos fazer o passeio da isla del rosario (eu, minha esposa e dois filhos de 1,5 ano).

    E ficaria com dois dias cheios pra curtir a cidade. Havia pensando em fazer Santa Marta num bate volta mas vi que não vale tanto a pena ne?

    Tenho uma dúvida. O passeio à Isla del Rosário você fechou facilmente na cidade? Ou fez a reserva antes pela internet?

    Muito obrigado pelo post e pela atenção.

    Henrique

    ResponderExcluir
  24. Oi Henrique.
    Definitivamente eu não recomendo o bate-volta para Santa Marta, principalmente com criança pequena.
    O passeio para Isla del Rosário, contrate no pier de Cartagena na véspera. Tem varias empresas e opções. Pegue a lancha mais rápida, pois a normal demora muito para chegar.

    ResponderExcluir
  25. parabens , gostei muito dos comentarios

    ResponderExcluir

ESTE ESPAÇO É SEU. SINTA-SE À VONTADE!!! COMENTE, PERGUNTE, CRITIQUE, PARTICIPE!!!