quarta-feira

SÃO LUÍS DO MARANHÃO COM LENÇÓIS MARANHENSES

Centro Histórico em São Luís.
Saímos de Aracaju às 16:30 e só chegamos em São Luís às 22:00. O avião mais parecia um ônibus, cheio de paradas. No aeroporto, pegamos um taxi para o hotel, que ficava na praia de Ponta D'areia.
No dia seguinte, acordamos cedo e fomos tomar informações na recepção de como chegar aos Lencóis Maranhenses, eles indicaram uma agência que fazia o bate volta para lá. Pedi para que eles reservassem dois lugares para nós para o dia seguinte. Pegamos um mapa e resolvemos pegar o ônibus para conhecer primeiro o Centro Histórico de São Luís. Muiiiiito fácil chegar.
Praça Pedro II e a vista de Ponta D'areia bem ao fundo.
Azulejos característicos do centro histórico.
Fomos direto para a parte de cima do centro histórico e conhecemos a Igreja da Sé, a Praça Pedro II, Palácio dos Leões, Palácio La Ravardière e mercado da Praia Grande, onde conhecemos a famosa TIQUIRA, cachaça feita de mandioca. Nunca tínhamos visto antes, a cachaça era arroxeada e muiiiiiito forte.
Artesanatos.
Ponta D'Areia ao fundo, depois da ponte.
 Igreja da Sé.
Conhecemos também o refrigerante Jesus, que os maranhenses batem no peito dizendo que a invenção desse refrigerante foi deles e a coca cola com "medo" da concorrência comprou sua patente. rsrsrsrs
Almoçamos comida caseira no mercado mesmo e de sobremesa, comemos abricó pela primeira vez. Tem um sabor parecido ao da manga. À tarde, fomos ver as lojinhas para comprar o de sempre: camisetas, boné, imã de geladeira, chaveiros, etc. O dia foi bem legal. Ficamos no Centro Histórico até à tardinha, onde pegamos o ônibus de volta para o hotel.
Almoço no mercado. Comida caseira boa e barata.
Já na recepção, fomos informados que nosso passeio para Lençóis seria no dia no dia seguinte e que deveríamos estar na recepção às 5:00 da manhã. Até aí, tudo bem... No horário marcado estávamos lá esperando a agência Trapiche vir nos buscar, mas tudo deu errado, pois eles não vieram. Fiquei chateadíssima!!!!! Reclamamos na recepção e eles nos promoteram resolver, mas que não dava mais tempo para irmos naquele dia. Como não tínhamos nada programado para fazer, resolvemos ir conhecer uma pequena cidade do interior, distante uns 50 km de São Luís, chamada São José do Ribamar, onde estava havendo uma festa. Pegamos uma van no terminal rodoviário e seguimos viagem. A viagem durou mais de uma hora, pois a van parava mais que ônibus!! 
Mirante de São José do Ribamar.
O que mais me impressionou foi a pobreza que vimos durante o trajeto. Tantas favelas, esgotos a céu aberto, casebres... e pensar que a família Sarney controla aquela região há tantos anos!!!!! Na verdade, achei São Luís bastante feia e suja também, me decepcionou bastante. 
São José do Ribamar.
Quanto a São José do Ribamar, adoramos ter ido. Uma cidadezinha típica do interior com sua igrejinha azul. Tinha um mirante bem legal e nele, uma estátua gigantesca do santo que dava nome à cidade. Ficamos lá misturados com os romeiros que foram para a festa e tiramos dezenas de fotos.
Romeiros em São José do Ribamar.
No começo da tarde, resolvemos voltar para São Luís e almoçamos às 15:30 no mesmo restaurante do dia anterior. E adivinha o que pedimos?? Arroz de cuchá novamente! Depois do almoço, pegamos um taxi e fomos para a praia do Calhau, pois sem querer, descobrimos que a praia em que estávamos hospedados era imprópria para banho, pois havia uma enorme concentração de esgoto. Uma pena!!
 Praia de Calhau.
Praias parecidas com as de Aracaju.
Achei as praias de São Luís parecidas com as de Aracaju, cidade onde moro, inclusive os bares que ficam na areia. Escolhemos um deles, nos sentamos para conversar e tomar aquela cervejinha gelada. Saímos de lá no finzinho da tarde. À noite, fomos comer lasanha em outro restaurante localizado na praia de Ponta D'areia, bem pertinho do hotel. Não saímos mais.
Para chegar, só mesmo de jipe 4x4.
No outro dia, acordamos cedíssimo de novo, mas dessa vez deu certo!! A agência veio nos pegar para finalmente conhecermos os tão sonhados Lençóis Maranhenses. A viagem foi longa e como todos saímos sem café, fizemos uma parada estratégica no caminho para forrar o estômago. Chegando lá em Barreirinhas, pegamos um jipe 4x4, pois só assim se chegava às dunas.
 
 Antes da travessia.
Igarapé.
Muito emocionante passar pelos igarapés e pelas estradinhas de areia. Finalmente, depois de uma hora e meia de caminhos tortuosos, paramos na frente de um igarapé e tivemos que seguir viagem a pé. Subimos uma imensa duna e lá em cima avistamos os lençóis!!!! 
Lençóis Maranhenses. Lindos!!!!!!
Confesso que fiquei absolutamente sem ação, tamanha a beleza do local, pois havia chovido e os bolsões de água eram gigantescos. Que maravilha!!! É nessa hora que a gente acredita que Deus existe mesmo!!!



 Descemos correndo e fomos para quatro lagoas. Parecíamos crianças. Em cada uma, água morna e doce, pois aquilo tudo era água da chuva represada. O grupo conheceu apenas os pequenos lençóis, pois para se ver a grandiosidade de tudo aquilo, precisaríamos de pelo menos 3 dias lá, tempo que infelizmente não tínhamos. Tomamos banho naquela água transparente até dizer chega!!!!! À tardinha, voltamos para Barreirinhas, almoçamos, compramos artesanatos e pé na estrada!!!! Saímos cansadíssimos, mas fascinados com tamanha beleza.
 Uma barrigada fenomenal!!!!!!
Meu marido sempre aprontando!
No último dia em São Luís, saímos cedinho para tirarmos algumas fotos da Lagoa de Jansen, pois teríamos que fazer o check out no hotel às 8:30, visto que o voo de volta para Aracaju era pela manhã. Chegamos sem problemas no aeroporto e coincidentemente encontramos duas senhoras que fizeram o passeio para Lençóis com a gente, e para a nossa surpresa, elas também são de Aracaju!!! Que mundo pequeno!!!
Lagoa de Jansen.
Na verdade, não gostei de São Luís, o que foi uma pena. O que valeu mesmo a mochilada para lá foram os Lençóis Maranhenses, que infelizmente não conhecemos quase nada. Se um dia voltarmos para lá, vamos direto para Lençóis para ficar pelo menos uma semana inteira... Que paraíso!!!!

9 comentários:

  1. Anônimo16:12

    Olá
    Tudo bem?

    Adorei o seu blog! Em poucas palavras foi extremamente sucinta e deixou bem claro como é bom viajar! Porém precisa de algumas dicas sobre o Chile! Voce poderia me passar o seu msn e email para podermos trocar algumas dicas!

    Parabéns pelo Blog.

    Bjos.

    João Paulo - Campinas/SP
    (jota_gurgel@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo.
    Obrigada pela força!!!!! Já escrevi para seu e-mail, pois assim, a gente mantém contato. Qualquer dica é muito bem vinda!!!!
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. my dear teacher,pra essas viagens ficarem melhores é so meee levar rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Oi Nino, posso até te levar, mas vai dar um trbalho carregar você de mala!!!!!! kkkkkk
    Obrigada pela visita no blog.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Anônimo21:51

    legal suas viagens, pra gente eu e minha esposa falta duas ou tres capitas do litoral para conhecer.forte abraço.


    ary-bsb

    ResponderExcluir
  6. Oi Ary-bsb

    Para nós só falta Natal no Rio Grande do Norte, mas toda vez que planejamos ir conhcecê-la não dá certo!!!! kkkkkk
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo15:10

    Estou querendo visitar São Luis na virada desse ano, será q é uma boa idéia? ou vcs tem outra dica? Moro no Tocantins. Já conheço Recife, Parnaíba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Não sei se São Luís vale à pena na virada do ano. Não achamos a cidade muito bonita. Talvez se você passar em Barreirinhas, seja melhor.
      Recomendo a cidade de ARACAJU. É linda e tem programação festiva com atrações nacionais com queima de fogos na praia de Atalaia. Além disso, há várias opções de turismo por lá. Recomendo!!!!!!!!






      Excluir
    2. Recomendo Aracaju também
      Para tirar suas dúvidas, dê uma olhada na postagem Aracaju - dicas imperdíveis.
      Abraços

      Excluir

ESTE ESPAÇO É SEU. SINTA-SE À VONTADE!!! COMENTE, PERGUNTE, CRITIQUE, PARTICIPE!!!